sexta-feira, 17 de março de 2017

PARABÉNS O MED É O MELHOR FESTIVAL DE MÉDIA DIMENSÃO DA PENÍNSULA IBÉRICA


No âmbito da 2ª edição dos Iberian Festival Awards, o Festival MED foi distinguido esta quinta-feira como o Melhor Festival de Média Dimensão (“Best Medium Sized Festival”) da Península Ibérica, durante uma cerimónia que decorreu no MACBA, em Barcelona, na qual marcaram presença Vítor Aleixo, presidente da Câmara Municipal de Loulé, e Carlos Carmo, adjunto do presidente e coordenador do Festival.

Ao lado do MED concorriam nesta categoria, cujo resultado final foi ditado pela votação do público, o Bons Sons, EdpCoolJazz, Festival F e Milhões de Festa, de Portugal, e Arrecife en Vivo, Azkena Rock Festival, Ebrovisión, Mundaka Festival e Noches del Botanico, de Espanha. O MED conseguiu alcançar o prémio no contexto ibérico e, naturalmente também em Portugal, tendo o Azkena Rock Festival sido o vencedor em Espanha.


Este galardão visa premiar festivais que recebem um público entre 1500 e 10000 pessoas por dia, que já estão consolidados e que contam com um público fiel, mas ainda com potencial de crescimento, e que são considerados festivais criativos pois têm a capacidade de criar uma experiência intimista e única nos espetadores. No contexto destes prémios, o MED tem-se distinguido por ser um festival fora do mainstream mas que tem conseguido alcançar um importante número de seguidores.

Refira-se que o MED estava ainda indicado pelo júri como finalista dos Iberian Festival Awards nas categorias de Melhor Promoção Turística (“Best Touristic Promotion”), Melhor Programa Cultural (“Best Cultural Programme”) e Contributo para a Sustentabilidade (“Contribution to Sustainability”). Nas categorias votadas pelo público, além daquela em que venceu, o MED era finalista como Melhor Alinhamento Musical (“Best Line-Up”) e Melhor Atuação - PT com o concerto de António Zambujo (“Best Live Performance – PT”).

Para os responsáveis do Município de Loulé, esta distinção reflete bem a importância da projeção internacional que o Festival MED tem alcançado, em particular no roteiro dos principais festivais da Europa, sendo atualmente um evento que extravasa amplamente fronteiras de Portugal.

Por outro lado, é o reconhecimento pelo trabalho que tem sido levado a cabo ao longo dos últimos anos, não só pela organização do Festival MED mas também dos vários agentes envolvidos. “Queremos partilhar este prémio com todos aqueles que contribuem para a excelência deste Festival, nomeadamente a equipa do Gabinete de Eventos que organiza o MED, bem como todos os outros serviços da Câmara Municipal de Loulé envolvidos, os técnicos na área da produção, os media partners, e sobretudo o público”, afirmou Vítor Aleixo.

Recorde-se que os Iberian Festival Awards pretendem premiar e reconhecer todos aqueles que contribuíram para o sucesso destes eventos ao nível da organização mas também da produção, logística, ativação de marcas, entre outras áreas.

O Festival MED recebe este galardão no mesmo dia em que foram anunciados os primeiros 12 nomes do cartaz da sua 14ª edição, durante a BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa. A Zona Histórica de Loulé volta a receber aquele que é agora o Melhor Festival de Média Dimensão da Europa, nos dias 29 e 30 de junho, 1 e 2 de julho.