terça-feira, 16 de agosto de 2016

DIVA DO FADO ENCANTOU EM LOULÉ COM GRANDES TEMAS DA SUA CARREIRA



No arranque da primeira edição do Loulé Summer, a voz maior da nova vaga do Fado cantou e encantou em Loulé, perante uma plateia completamente esgotada. Mariza subiu ao palco instalado junto ao Monumento Engº Duarte Pacheco para trazer este sentir tão lusitano que não deixa ninguém indiferente, nem mesmo os muitos turistas estrangeiros que estiveram em Loulé na noite de ontem.

Com um novo trabalho discográfico na bagagem – “Mundo – a fadista rumou ao Algarve para o único concerto em nome próprio nesta região durante o verão. Dos seus êxitos como “Rosa Branca” ou “Chuva”, passando pelos temas integrados no novo disco, até aos grandes fados de Amália Rodrigues como “Nem às paredes confesso”, “Ó Gente da Minha Terra” ou “Barco Negro”, Mariza trouxe um repertório que entusiasmou um público verdadeiramente heterogéneo, dos 8 aos 80, que começou “tímido” mas que acabou em verdadeira festa.
Um dos pontos altos da noite aconteceu com a música “Chuva”, com o cantor louletano Nuno Guerreiro a fazer um dueto com a fadista, nummomento verdadeiramente emocionante, que a trovoada que iluminou a noite em Loulé tornou ainda mais mágico.





Outro dos convidados da artista foi o jovem Luís Caeiro que, com uma voz portentosa e alma de fadista, cantou também ao lado de Mariza, numa interpretação do mítico “Nem às paredes confesso”. Esta foi uma demonstração que além de apostar na sua própria carreira, a fadista apoia incondicionalmente os novos valores do fado.


Foram duas horas onde Loulé e o Algarve pôde assistir a uma espetáculo com um dos nomes que mais tem promovido o Fado e a cultura portuguesa em todo o mundo e que é hoje uma das mais aplaudidas estrelas do circuito mundial da World Music.
                     
O Loulé Summer prossegue já no próximo sábado, 20 de agosto, com o concerto da Orquestra do Algarve e a fadista Katia Guerreiro.