quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Monchique, o Jardim do Algarve, abre as suas portas ao 2º Festival das Camélias de Monchique

Monchique prepara-se para o 2º Festival das Camélias, que se realiza nos dias 19, 20 e 21 de fevereiro, numa organização da Câmara Municipal de Monchique, que conta com o apoio da Associação Portuguesa das Camélias.
Num verdadeiro hino ao património natural e cultural desta localidade, este evento pretende continuar a afirmar as camélias como mais um elemento diferenciador do concelho no espaço territorial onde se insere.
Depois do sucesso do ano passado, Monchique continua a mostrar o esplendor da beleza desta magnífica flor que sobe a “palco” no Parque de S.Sebastião durante 3 dias, através de mais uma edição do festival, que inclui, entre muitas outras iniciativas, um Concerto na Igreja Matriz no primeiro dia do Festival, o Concurso de Fotografia “Camélias de Monchique”, com o objetivo de conhecer, através da fotografia, as variedades de camélias existentes no concelho, bem como sensibilizar os concorrentes para a beleza desta flor; a Rota das Camélias, onde será dado o mote para os participantes partirem à descoberta das camélias que vão conduzir os participantes por percursos exuberantes, tendo como cenário a fantástica serra de Monchique; a Exposição e Concurso “Camélias em flor –
encanto e beleza natural”; as peças de Teatro Circo, de responsabilidade da Molière Produções: “Os Reis das Camélias e À Descoberta das Camélias”, Concerto de Violino e de Harpa Céltica a encerrar o segundo e terceiro dia, o Mercado de Camélias; a Mostra de Artesanato, Workshops e Ações de plantação e a degustação da pastelaria regional que se associa ao evento enquanto se delicia com um chá de camélia.
Mas não ficam por aqui as surpresas. Também, além dos expositores do concelho, que recolhem os sus mais belos exemplares, o Festival das Camélias conta este ano com a participação especial da Casa Real Portuguesa e dos Parques de Sintra que se estreiam neste evento a sul do Tejo.
São assim muitas as razões para visitar o Topo do Algarve, o Jardim do Algarve, Monchique.
Rui André, Presidente da edilidade de Monchique e “colecionador” desta planta, referiu«…Este ano o Festival conta com mais um dia, num total de 3 dias dedicados a esta flor, sendo intenção da organização incluir uma dinâmica com a comunidade escolar e realçar, junto dos mais novos, este ícone representativo do concelho e da identidade local. Para além disso, temos uma aposta em momentos diferentes ao que estamos habituados em festivais desta natureza, como a apresentação de Teatro Circo, Concerto de Violino e Harpa Céltica, a doçaria, as exposições e workshops de trabalhos artesanais associados a esta Flor entre tantas outras iniciativas que são demonstrativas de uma aposta clara na consolidação do evento e da promoção das Camélias do nosso Jardim do Algarve, do Topo do Algarve, de Monchique! »