quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Obra de Valter Hugo Mãe na Biblioteca Municipal José Mariano Gago

Em novembro, a Biblioteca Municipal José Mariano Gago, em Olhão, apresenta a obra do escritor e poeta Valter Hugo Mãe, que é o Autor do Mês. O seu trabalho literário pode ser apreciado de terça a sábado entre as 10h00 e as 17h00 no átrio daquele edifício municipal.

A obra literária de Valter Hugo Mãe é extensa, reconhecida e premiada. O autor é um multifacetado romancista, poeta, editor e escritor. Foi como poeta que começou na escrita em 1996 com o livro silencioso corpo de fuga. Desde então já publicou 14 livros de poesia, o último dos quais, contabilidade, em 2010, que reúne toda a sua poesia editada.

Entretanto, a par da poesia, Valter Hugo Mãe lançou-se também como romancista em 2004 tendo já publicado seis livros, o mais reconhecido e galardoado dos quais é o remorso de baltazar serapião, que conquistou em 2007 o Prémio Literário José Saramago. O Nobel da Literatura disse, a propósito, que “esta obra é um verdadeiro ‘tsunami literário’. Por vezes, tive a sensação de assistir a um novo parto da língua portuguesa". Em 1999, enquanto poeta, já havia conquistado o Prémio Almeida Garrett. O espólio do Autor do Mês, patente no átrio da Biblioteca José Mariano Gago, revela ainda outra faceta, a de escritor de livros infantis.


Os quatro primeiros romances de Valter Hugo Mãe são conhecidos como a tetralogia das minúsculas. Escritos integralmente em letras minúsculas, incluindo o nome do autor, pretendiam chamar a atenção para a natureza oral dos textos e a recondução da literatura à liberdade do pensamento. As minúsculas aludem também a uma utopia de igualdade. Uma certa democracia que equiparava as palavras na sua grafia para deixar ao leitor definir o que devia ou não ser acentuado.

Valter Hugo Lemos, o português nascido há 44 anos em Angola, que adotou o nome de Valter Hugo Mãe, sempre viveu no Norte, tendo-se formado em Direito e mais tarde feito uma pós-graduação em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea. Para lá da escrita, é cantor, artista plástico e apresentador televisivo. Valter Hugo Mãe é uma referência da cultura portuguesa e está em destaque durante este mês na Biblioteca José Mariano Gago, em Olhão.