quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Exposição “No extremo do al-Ândalus: Mértola e o Guadiana”

Encontra-se patente, no Museu Municipal de Tavira – Núcleo Islâmico, até dia 20 de fevereiro do próximo ano, de terça-feira a sábado, entre as 10h00 e as 16h30, a exposição “No extremo do al-Ândalus: Mértola e o Guadiana”, numa organização do Campo Arqueológico de Mértola.
Comissariada por Susana Gómez Martínez esta exposição é constituída por peças inéditas, de todas as épocas, do espólio do Museu de Mértola e tem como objetivo mostrar a profunda relação histórica desta vila do Alentejo com o rio que sempre lhe deu significado.
À medida que se percorre a exposição é revelada a relação de Mértola com o rio desde vários pontos de vista: o Guadiana, a sua relação topográfica com a vila, as origens da cidade, a navegação fluvial e o porto, a Torre do Rio e o controlo das rotas comerciais, o arrabalde ribeirinho, a exploração dos recursos, o território, as crenças e os cultos, as suas gentes e o património do futuro, entre outros.
Exposição com tradução em português, espanhol e inglês.