terça-feira, 24 de julho de 2018

VII MINI FESTIVAL DE ARTES INFANTO-JUVENIS DE ALTE

Esta sexta-feira, 27 de julho, pelas 21h00, a Fonte Pequena, em Alte, recebe crianças e jovens que irão mostrar mais uma vez os seus variados talentos neste palco natural.
Música, Dança, Teatro e muita Animação serão os ingredientes deste VII Mini Festival de Artes Infanto-Juvenis de Alte apresenta. Neste espaço emblemático da aldeia não faltará arte para apreciar.
Esta iniciativa destina-se a crianças e jovens naturais ou com família na freguesia de Alte, e tem como objetivo envolver jovens talentosos a apresentar as suas “artes”.
Este Festival é uma iniciativa do Museu Municipal de Loulé, através do Pólo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte. A entrada é livre.


Zona Ribeirinha volta a ser tomada de assalto por piratas


Entre 31 de julho e 3 de agosto, Olhão volta a ser palco do Festival Pirata, que este ano assinala a sua 4ª edição, envolvendo a zona ribeirinha no quotidiano pirata, povoado por personagens de época, que ocupam um lugar especial no imaginário do público.

Nesta quarta edição, o Município volta a apostar num evento diferenciado, com animação, fogo, lutas, dramatizações, música e dança.

O festival decorre entre as 18h00 e as 22h00, com um mercado pirata frente aos Mercados Municipais, animação por toda a baixa e, a terminar cada dia do evento, um espetáculo frente ao caíque Bom Sucesso.

Em redor de Olhão, não vão faltar as personagens típicas da época, como leiteiras, peixeiras, lavadeiras, aguadeiras, pescadores, marinheiros, ou burgueses, que protagonizarão momentos de animação, recriação histórica, artes performativas, rábulas, histórias, artes circenses, música e dança.

O Festival Pirata de Olhão é uma iniciativa da Câmara Municipal e da empresa municipal Fesnima, organizada em parceria com a Companhia de Teatro Viv’arte.

A entrada é livre.

                                                   PROGRAMA:

Festival Sons do Atlântico traz Cuba, Espanha e África a Carvoeiro


A Praia de Carvoeiro vai receber, de 11 a 15 de Agosto, a 12.ª edição do Festival Sons do Atlântico. Durante cinco noites “a melhor praia da Europa” vai beber influências musicais que vão do jazz ao funk, passando pela pop sevilhana e pelos ritmos latinos, como a salsa.

No primeiro dia (11 de agosto) sobe ao palco o carismático grupo Sevilhano La Selva Sur; segue-se-lhes, a 12, os lisboetas Cais Sodré Funk Connection. No terceiro dia, marca presença o dueto de irmãos sevilhanos Makarines. Beto Kalulu, o grande filho da bela vila de Carvoeiro, animará os presentes com as suas influências africanas no dia 14 e promete colocar a dançar os milhares de visitantes do largo da praia que ficou imortalizado através da sua canção.

No último dia o festival oferece um programa ímpar, protagonizado pela Orquestra de Jazz do Algarve e pela sua big band com artistas convidados. Sob direção musical de Hugo Alves a Orquestra de Jazz do Algarve fará uma viagem através dos melhores ritmos latinos produzidos no séc. XX, sem esquecer o que está por detrás das composições, a verdadeira Salsa, a fusão de vários povos, bem como as suas tradições e linguagens. Encerram o festival Sons do Atlântico os Beyond Cuba Libre, que partem do Latin Jazz como mote para um concerto que traz a Portugal um dos mais consagrados instrumentistas internacionais da percussão cubana: Osvaldo Pegudo. A este, juntam-se o brilhante saxofonista espanhol Javier Ortí e a revelação portuguesa do jazz na voz de Vera Morais. Cubano Chant, Caravan ou Elvin's Mambo são apenas alguns dos muitos temas desta viagem...

E para tornar este concerto ainda mais especial, a atuação será acompanhada de fogo-de-artifício sincronizado: @The great Summer concert promete surpreender !

segunda-feira, 23 de julho de 2018

MOV’ART 18: DESPORTO E ARTE SAEM À RUA EM LOULÉ


Com performances ímpares na noite de 28 de julho, o Mov’Art percorrerá novamente o centro da cidade de Loulé, a partir das 20h30, para apresentar um programa focado no Desporto e com uma componente artística que promete surpreender o visitante.
A singularidade e a diversidade das atuações permitirão a sua contemplação, aliando sempre o Movimento à Arte. Nesta noite o público poderá admirar um espetáculo exclusivo composto por acrobatas que realizarão uma incrível performance no topo de uma bola aparentemente flutuante, acompanhado por uma musicalidade própria. As outras propostas passam, por exemplo, pelas atuações como a Roda Cyr, Duo Air, dança de marionetas humanas e gigantes, forças combinadas, swit light graff, arte urbana, acrobática e vários espetáculos de dança. A noite terminará com um espetáculo único de dança que será acompanhada por música ao vivo e projetada audiovisualmente.
Momentos memoráveis que irão proporcionar uma noite de encanto em artérias como a Praça da República, Cerca do Convento, Mercado Municipal, Largo Gago Coutinho e Avenida 25 de Abril.
Todas as atividades têm entrada livre.

Programação disponível em www.cm-loule.pt

CAMINHADA “PATRIMÓNIO AO LUAR” DÁ A CONHECER VESTÍGIOS ARQUEOLÓGICOS NA QUINTA DO LAGO E LUDO

Na próxima sexta-feira, 27 de Julho, pelas 21h30, será reeditada a Caminhada Cultural Arqueológica “Património ao Luar”, desta vez entre a Quinta do Lago e o Ludo.
Iluminados pela luz da lua, o Museu Municipal de Loulé propõe aos participantes caminhar à noite e conhecer o sítio arqueológico da Quinta do Lago, imaginar o local do Porto de Farrobilhas e visitar, no Ludo, o local que é a imagem da exposição de arqueologia “Loulé: Territórios, Memórias, Identidades”.
O sítio arqueológico da Quinta do Lago é um sítio romano onde ainda se podem ver, entre outros vestígios, um conjunto de tanques de salga. Este é mais um dos centros de comércio existentes no Algarve em época romana que, durante mais de 400 anos, enviaram e receberam produtos para e de todo o Império Romano. Bem perto os caminhantes irão também conhecer a zona onde foram encontradas 72 sepulturas de época islâmica. Esta caminhada pretende descobrir Loulé e o seu rico Património Cultural fazendo parte das atividades associadas à exposição “Loulé, Territórios, Memórias, Identidades”, patente em Lisboa, no Museu Nacional de Arqueologia (Mosteiro dos Jerónimos) até dezembro de 2018.
Para a caminhada os participantes deverão levar água, sapatos confortáveis, lanterna e colete refletor. O ponto de encontro é o Parque de Estacionamento da Quinta do Lago. O percurso é de 7 km.
A inscrição é gratuita mas obrigatória para servicos.educativos@cm-loule.pt ou 289 400 611.

 

sexta-feira, 20 de julho de 2018

FESTIVAL “SOU QUARTEIRA” TRAZ CULTURAS URBANAS À ANIMAÇÃO DA CIDADE


Arranca no dia 27 de julho, sexta-feira, às 20h00, no Jardim Filipe Jonas, a primeira edição do Festival “Sou Quarteira”, evento que pretende trazer as culturas urbanas, nomeadamente através da música, ao programa de animação de verão nesta cidade.
O Festival “Sou Quarteira” é o ponto de partida de um novo movimento que celebra a atmosfera urbana, criativa, e vanguardista emergente em Quarteira. Um movimento que leva Quarteira ao mundo e que traz o mundo a Quarteira; criando novos
diálogos com outras culturas e expressões artísticas. Palco da cultura contemporânea e urbana que se expande para novas direções e que dá voz as futuras gerações.

Programação do Salir do Tempo



LOULÉ ACOLHE A PRIMEIRA FEIRA DEDICADA AOS TEMAS DO AMBIENTALISMO E VEGANISMO


Decorre nos dias 25 e 26 de julho e contará com a presença de várias bancas de comércio e com um programa de música ao vivo.

Numa organização da Associação Vegetariana Portuguesa, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, a Feira do Ambiente e Vegan do Algarve (FAVA) acontece já no próximo dia 25 e 26 de julho, das 19h00 às 00h00, no Largo do Tribunal de Loulé. A 1ª edição deste evento tem como objetivo a promoção de um estilo de vida saudável e ecológico, amigo da natureza e dos animais.
A FAVA tem em vista dar a conhecer ao público as causas sociais, cooperativas, empresas, atividades, produtos, serviços e marcas que apresentem soluções para promover uma economia circular, a criação e utilização de moedas sociais, a exploração de energias verdes, transporte e construção sustentáveis, redução da produção de lixo urbano e o incentivo a uma agricultura sem agrotóxicos.
Do mesmo modo, ao nível da alimentação, da higiene e cosmética, vestuário, calçado e acessórios, artesanato e atividades de entretenimento, ou quaisquer outras atividades económicas, culturais e de lazer, a FAVA pretende dar visibilidade às alternativas que não utilizem animais ou quaisquer subprodutos de origem animal, nos seus processos de organização, transporte, fabrico, promoção ou venda.
A feira terá entrada gratuita e contará também com um programa de música ao vivo e palestras. Os visitantes poderão escutar bandas como os The Munchies, Gilnwhite e The Originals, que prometem também relacionar-se liricamente com os temas da feira.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

AUREA E BLAYA NA XXI Feira do Presunto em Monchique

Monchique prepara-se para ser palco de mais uma edição da Feira do Presunto, que decorrerá nos dias 28 e 29 de julho, no Parque de S. Sebastião.
Durante todo o fim-de-semana vai ser dado a conhecer o genuíno e exclusivo presunto tradicional da Serra de Monchique. Para além deste ícone gastronómico, o artesanato tem também uma forte presença, havendo ainda stands dedicados à doçaria, pão, medronho e outros produtos.

Nesta edição, a animação musical vai ser uma constante, com a atuação da Aurea no sábado às 22h00 e, no domingo, com a atuação da Blaya, pelas 22h00.

Com uma voz inconfundível, poderosa e cativante, Aurea tem somado sucessos.
 A 4 de Maio lançou novo disco “Confessions”, um trabalho distinto dos anteriores e que vem marcar uma viragem na sua carreira. Deste álbum é retirado o single de apresentação “Done With You” com letra e música de Carolina Deslandes.

O primeiro single, “Faz Gostoso”, está a ser um sucesso tremendo, atingindo a marca dos 11 milhões de plays no YouTube em menos de dois meses e tendo liderado todos os tops de vendas e das plataformas de streaming, atingindo o número 1 no Spotify e na tabela de vendas do iTunes. Blaya foi a primeira mulher portuguesa a atingir o número 1 no Spotify das 50 músicas mais tocadas em Portugal.

Os sabores, o programa e a animação musical irão certamente constituir um bom motivo para uma visita a Monchique.

Feira do Livro de Portimão há 61 anos a promover o livro e a leitura


Propostas literárias para todos os gostos e preços tentadores são os principais atrativos de mais uma edição da Feira do Livro de Portimão, que começou no dia 14 de julho situada na Zona rRbeirinha, junto ao Posto de Combustível da Repsol. São 42 dias a celebrar a literatura, numa festa que é feita de livros, escritores e leitores.

O evento, organizado pela Livraria e Papelaria Elifalma em conjunto com a Câmara de Portimão ficará patente até 24 de agosto, e abre portas entre as 19h00 e as 00h00, propondo as últimas novidades em conjunto com edições mais antigas. Também será possível encontrar um vasto lote de obras de ficção científica, policiais, romances históricos, literatura infantojuvenil e livros técnicos das mais diversas áreas do saber.

A Feira do Livro de Portimão é já uma instituição, um programa obrigatório de verão no final da tarde ou à noite para residentes e turistas. Destinada a todos os tipos de público, tem o habitual cliente que preparou a sua lista de livros durante o ano inteiro e que vai lá para comprar objetivamente aqueles livros que guardou para aquele momento.

O programa do certame contará com a presença de vários escritores convidados, que participarão em sessões de autógrafos e conversas informais. O programa da sessão de autógrafos será diário e divulgado brevemente em www.vivaportimao.pt

A Feira do Livro é uma oportunidade privilegiada de contacto com a leitura e de compra de livros, oferecendo descontos médios de 20 por cento, o que atrai todos os anos milhares de visitantes, tendo recebido em 2017 perto de 46000 visitantes, os quais adquiriam cerca de 24 mil exemplares, números que reforçam a posição deste evento como o terceiro maior do país no seu género, logo a seguir a Lisboa e ao Porto.

Esta iniciativa apresenta-se já como um dos certames habituais na Programação Cultural do Município, mobilizando a população residente e os que nos visitam em torno da importância do livro e da leitura, sendo, ainda, a grande oportunidade de aproximar autores e leitores. Serão dias dedicados à promoção da leitura inseridos numa Feira localizada num espaço privilegiado à beira rio Arade, onde irão decorrer outros grandes eventos, como a Exposição “A Floresta, Muito mais que madeira”, o Festival da Sardinha, Música no Coreto, entre outros.

Mudam-se os tempos mas há coisas que não mudam. E 61 anos depois da primeira edição, o ritual de ir à Feira do Livro em Portimão e com o peso dos livros continua a fazer sentido.

“História e Estórias dos nossos clubes”

Numa iniciativa da Divisão de Desporto da Câmara Municipal de Loulé, com apresentação e condução de Neto Gomes, realiza-se no próximo este sábado, dia 21 de julho, pelas 19h30, mais uma sessão da “História e Estórias dos nossos clubes”, desta vez dedicada ao Sport Clube Escanchinas de Almancil.
O Jardim das Comunidades em Almancil irá acolher este evento onde será abordado o historial, os momentos e as personalidades que marcaram o clube.
“História e estórias dos nossos clubes” é um projeto que tem percorrido o Concelho de Loulé com um programa de memória e reflexão, com o objetivo de evocar a história, as estórias, as afetividades, os momentos com especial significado para os clubes mais representativos de um município marcado pela dinâmica associativa.
A entrada no evento é gratuita.

terça-feira, 17 de julho de 2018

LOULÉ DÁ CONTINIDADE A PROJETO DA FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN ARTE E EDUCAÇÃO

A Câmara Municipal de Loulé deu início neste mês de julho ao Projeto AAxEE que irá decorrer nas escolas secundárias de Loulé e Dr.ª Laura Ayres, em Quarteira, no ano letivo 2018/2019. Esta iniciativa inspira-se integralmente na prática do 10x10 (projeto do programa DESCOBRIR da Fundação Calouste Gulbenkian, do qual Loulé participou com a Escola Secundária Laura Ayres em Quarteira e que se extinguiu na sua 5.ª edição).

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Fatacil 2018 em Lagoa

A Fatacil está no coração de todos aqueles que, em cada ano, se reencontram em LAGOA, na maior feira a SUL do TEJO. Podemos apelidar a FATACIL como a âncora do Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Industria, já que o seu efeito disseminador vai muito para além das “fronteiras” de Lagoa ou do Algarve.

São 39 anos de história, 39 anos de sucesso e 39 anos de reinvenção permanente.

Durante 
10 dias passam pela FATACIL mais de 180.000 pessoas, que valorizam a Feira com as suas tradições, memórias e desejos.

Apresentamos-lhe as atuações para a edição de 2018: 

. Gabriel o Pensador
. Mariza 
. Virgul
. HMB
. José Cid
. Quim Barreiros
. Amor Electro
. Carolina Deslandes
. Richie Campbell
. C4 Pedro

Marque já na sua agenda...

Esperamos por Si!

Lota Cool Market celebra a sua 5ª edição sob o mote “UnderWater Love”

Nos próximos dias 18, 19, 20, 21 e 22 de julho, Portimão irá acolher a 5ª edição do Lota Cool Market, este ano sob o mote “UnderWater Love”, um Mercado de Novo Artesanato, Design & Produtos Gourmet de produção nacional que trará pelo quinto ano consecutivo à Zona Ribeirinha de Portimão (Antiga Lota) projetos de criativos nacionais e inovadores, revelando novas tendências e produtos originais, com a participação desde já confirmada de mais de 42 expositores, oriundos de diferentes partes do país e do Algarve.

2ª EDIÇÃO DO LOULÉ SUMMER TRAZ CONCERTOS SURPREENDENTES EM AGOSTO

Loulé, Quarteira e Almancil recebem durante o mês de agosto a 2ª edição do Loulé Summer. Nesta época de verão que convida à descontração e ao convívio, este evento pretende proporcionar espetáculos de música e uma animação diferenciadora a todos aqueles que se encontram de férias na região algarvia, sem esquecer, naturalmente, os residentes.
O momento inaugural acontece a 4 de agosto, com a estreia do espetáculo comemorativo dos 25 anos da Ala dos Namorados. A banda do louletano Nuno Guerreiro terá como convidados outros nomes de referência da música portuguesa como Sara Tavares, com quem a Ala partilha o tema “Solta-se o Beijo”, ou Vitorino.
Depois de Camané e Katia Guerreiro, a Orquestra do Algarve junta-se este ano a Ana Bacalhau, a voz do projeto Deolinda . Aquele que será mais um concerto imprevisível, com uma fusão de géneros que trará um nova experiência ao público, acontece dia 11 de agosto, no magnífico Calçadão Nascente de Quarteira.
Numa proposta completamente diferente desta, no dia 14 de agosto o Jardim das Comunidades, ponto de encontro da vila de Almancil, recebe o concerto com David Carreira. Filho do cantor Tony Carreira, é um dos nomes maiores da música portuguesa da sua geração. No Loulé Summer traz as sonoridades atuais da pop, dance music, hip-hop ou R&B.
No dia 25 de agosto, no encerramento da 2ª edição do Loulé Summer, as atenções centram-se na cidade de Loulé, com dois momentos. A DJ Carolina Torres anima o Urban Sunset no Largo de S. Francisco, a partir das 19h00. Neste pôr-do-sol celebrado no coração da cidade, o público poderá disfrutar de um ambiente lounge ao ritmo descontraído da música chill out e eletrónica trazida pela jovem apresentadora, cantora e atriz.

Este evento encerra com a atuação de Dengaz, no Largo D. Afonso III. Aquele que é já uma referência do hip-hop nacional irá brindar o público com temas como “Dizer que não” e fazer a festa neste palco louletano.
Todas os espetáculos têm início às 22h00 (à exceção do Urban Sunset). A entrada é livre em todos os concertos, apenas na Ala dos Namorados os bilhetes têm um custo de 15 euros e podem ser adquiridos no comércio de Loulé ou em www.bol.pt

FLO Olhão 2018


RTA LANÇA CAMPANHA DE SENSIBILIZAÇÃO AMBIENTAL

Aproveitar, Respeitar e Proteger são os três pilares da nova campanha de sensibilização ambiental da Região de Turismo do Algarve (RTA), lançada hoje. Desde miúdos a graúdos, turistas e residentes, todos serão incentivados a adotar boas práticas ambientais no maior destino de férias do país.

«Algarve, Bonito por Natureza» é a assinatura desta campanha que estará na rua até ao final de outubro, com foco na prevenção e na correta fruição do património natural da região algarvia.

A campanha centra-se em temas como a poluição atmosférica, a preocupação em manter as praias limpas, os comportamentos de risco junto às matas e florestas ou a correta fruição do cordão dunar, e enfatiza o papel crucial da população residente e dos turistas, apelando à boa conduta na natureza sobretudo no verão, altura mais seca do ano em que se registam picos muito elevados de temperatura, propícios a incêndios florestais. 

«Queremos que esta campanha se afirme pela positiva, sirva de inspiração à mudança de atitudes e que se traduza na melhoria do nosso comportamento comunitário. Vamos preservar a beleza e a segurança do Algarve», afirma o presidente da RTA, Desidério Silva.

Para a campanha ambiental, a RTA optou por privilegiar o online, pois é não só a forma de chegar a mais pessoas, como também a mais ecológica. As redes sociais, onde serão publicados diversos filmes produzidos especificamente sobre os temas da campanha, os outdoors, a rádio, a imprensa regional e o mobile são os meios de divulgação da iniciativa.

Os operadores turísticos não ficaram de fora, tendo sido desenvolvido um «Guia do Operador Amigo do Ambiente», cujo objetivo é estimular o aparecimento de novas práticas relativamente à forma como estes se posicionam face às questões da promoção e da proteção ambiental.

Para representar a campanha, foi ainda criado um logótipo inspirado nos quatro elementos da natureza (terra, ar, água e fogo). A partir da agregação equilibrada destes elementos é possível identificar a representação figurativa de um dos elementos naturais, icónicos e nativos do Algarve: a esteva.

A campanha insere-se no âmbito da candidatura «Algarve Natural – Promoção e Valorização do Património Natural do Algarve», projeto cofinanciado pelo FEDER, através do CRESC Algarve 2020 – Programa Operacional Regional do Algarve.

 

LOULÉ RECEBE ESTREIA ABSOLUTA DE CONCERTO DE CELEBRAÇÃO DOS 25 ANOS DA ALA DOS NAMORADOS COM CONVIDADOS DE EXCELÊNCIA

No âmbito do Loulé Summer 2018, a Ala dos Namorados, liderada pela inconfundível voz do louletano Nuno Guerreiro, apresenta-se em Loulé, para aquele que será o primeiro concerto oficial da celebração dos 25 anos de música de uma das bandas portuguesas de maior longevidade. O espetáculo decorre a 4 de agosto, pelas 22h00, no Largo do Monumento Engº Duarte Pacheco.
Neste momento festivo, Sara Tavares, Vitorino, Shout e a Orquestra Clássica do Sul juntar-se-ão à Ala dos Namorados para um espetáculo ímpar onde se poderão ouvir todos os êxitos do grupo, numa sucessão de temas - como “Os Loucos de Lisboa”, “Caçador de Sóis”, “Solta-se o Beijo” ou “A História do Zé Passarinho” - que irão lembrar o lugar que a Ala dos Namorados ocupa na história da música popular portuguesa. Um momento que será ainda mais emotivo pelo facto de Nuno Guerreiro atuar “em casa”, perante os seus conterrâneos.
Certamente não há outra banda em Portugal que alie de forma tão perfeita sons de tantas correntes musicais distintas com uma escrita tão aprimorada e uma voz tão cativante e singular.Todo este sucesso sempre resultou de uma combinação singular e inimitável na música da Ala dos Namorados, em que cabem a canção ligeira portuguesa de travo clássico, o jazz de apelo popular, a pop mais desempoeirada, o fado no seu registo mais cançonetista e uma transversal capacidade para fazer de todos estes géneros uma experiência única e personalizada. Tudo porque sempre houve um triângulo de iluminada cumplicidade e de uma inspirada convergência de talentos: a mestria melódica de Manuel Paulo e João Gil na composição, a riqueza narrativa da escrita de João Monge capaz de captar na perfeição o quotidiano das cidades portuguesas e a voz versátil e emotiva de Nuno Guerreiro. Esta combinação só podia ter resultado num daqueles casos de sucesso fadados para a composição de hinos populares.
Os bilhetes têm um preço único de 15 euros e podem ser adquiridos no comércio da cidade de Loulé, nas lojas aderentes.

SALIR DO TEMPO REGRESSA COM VIAGEM ATÉ AO PERÍODO DA RECONQUISTA

É já no próximo fim de semana, dias 20, 21 e 22 de julho, que terá lugar mais uma edição do Salir do Tempo, evento que leva esta vila do interior do Concelho de Loulé ao tempo em que o Algarve era ainda ocupado pelos árabes.
Tendo por base a recriação histórica do período da Reconquista e as lutas entre Cristãos e Mouros na disputa pelo território, o Salir do Tempo transforma a vila serrana de Salir num palco de experiências de regresso ao passado, onde a música, dança, artes performativas, recriações históricas, torneios de armas, teatralizações, torneios de armas, animação itinerante, rábulas e estórias, falcoaria, exposições ou gastronomia são algumas das componentes desta festa medieval.
A recriação do mercado medieval, baseado em produtos dessa época, onde vários mercadores estarão presentes com as suas bancas de produtos tradicionais como o mel, cortiça, cestaria ou frutos secos, e os artesãos com os seus ofícios, também fazem parte deste cenário, bem como a parte gastronómica, com destaque para a recriação de uma cozinha medieval.
O recinto divide-se em três áreas temáticas – Cristã, Moura e Judaica – e, entre outros espaços, o visitante irá deparar-se com o acampamento castrense, caravana moura, mercado dos petizes e dos infantis, o judeu ferreiro, o harém, a pedra da moura encantada ou a praça dos artistas.
Para além de promover a animação no interior, o Salir do Tempo pretende também valorizar as tradições e a História local e dar a conhecer o património histórico do Concelho.
As portas abrem às 19h00, na sexta-feira e no sábado, e às 18h00 no domingo. Os bilhetes têm um preço de 3 euros (1 dia) e 5 euros (3 dias). 


Câmara de Lagoa inaugura restauro da Torre da Lapa e Caminho dos Promontórios


O município de Lagoa inaugurou no passado dia 10 de julho um novo percurso pedestre de interpretação da Natureza: o Caminho dos Promontórios. Na cerimónia de inauguração, descerraram a placa o vice-presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Luís Encarnação; o Capitão do Porto de Portimão, Comandante Ricardo Santos Arrabaça; e o arquiteto paisagista da autarquia, José Vieira.

José Vieira recordou que o Caminho dos Promontórios se estende ao longo de sete quilómetros e permitirá fazer o percurso entre a Praia do Molhe (Ferragudo) e a Praia do Paraíso (Carvoeiro), no sector poente do litoral do Concelho, passando por locais de rara beleza. O percurso encontra-se identificado com sinalética própria e zonas de paragem que permitem usufruir da magnífica paisagem deste percurso.

À comitiva, juntou-se o Presidente da Câmara Municipal, Francisco Martins, e a Diretora Regional de Cultura, Alexandra Gonçalves, para mais uma inauguração na mesma manhã: o restauro da Torre da Lapa, uma estrutura de vigilância costeira construída no século XVI e inserida no Caminho dos Promontórios.

Junto ao monumento, bem patrimonial referenciado, e que, segundo a Diretora Regional de Cultura do Algarve, “será brevemente classificado como imóvel de interesse nacional”, foi enterrada uma cápsula do tempo que guarda dados como a mensagem de inauguração (lida na ocasião pelo Vereador Jorge Pardal), o contrato da empreitada de conservação e restauro da Torre da Lapa, uma impressão da 1.ª página do jornal Sul Informação, bem como um artigo do mesmo sobre o tema, duas moedas de 2018 e uma foto instantânea dos autarcas no momento inaugural. Dentro da capsula foi ainda inserida uma USB com o time lapse “Consolidação da Torre da Lapa” e o documentário “A Torre de Atalaia de Vale de Lapa na Defesa da Costa Algarvia”, lançado online no momento por Francisco Martins (ver mais aqui). “Quando daqui a 100 anos abrirem isto, já não há computadores para abrir esta pen e ver o que está lá dentro”, gracejou Francisco Martins na altura.

segunda-feira, 12 de março de 2018

4º Festival das Camélias em Monchique

Embora não se possa falar em longevidade no que toca ao Festival das Camélias, pois o festival vai para a sua 4ª edição pode-se, no entanto, falar na construção e criação de histórias que irão prevalecer por longos anos.
Estas histórias não acontecem em efémeros momentos de inspiração. Estas histórias resultam de estratégias que fundamentam o projeto. Estas histórias resultam em planos estruturados que dão vida a este festival.

PRESTIGIADO GRUPO ARGENTINO “REVOLUCIONA” PALCO DA FESTA DO TANGO EM LOULÉ

Amores Tangos é o grupo argentino que a 17 de março, sábado, pelas 21h30, sobe ao palco do Cine-Teatro Louletano naquela que é a segunda edição da Festa do Tango, especialmente dirigida aos inúmeros amantes desta linguagem e imaginário artísticos.
Considerado por muitos como “los revolucionários del tango”, o grupo soma quase uma década de trajetória com dois discos editados, “Orquestra de Carnaval” (2011) e “Altamar” (2013), e um DVD, “Amores Tangos Vivo”, premiado como melhor documentário no Festival de Cine Marplatense.
Em 2016, Amores Tangos foi escolhido por Mick Jagger e os músicos dos Rolling Stones para um concerto exclusivo e privado em Buenos Aires.
Jose Teixidó na guitarra, Nicolás Perrone no bandoneón, Juan Tarsia no piano e voz, Seba Noya no baixo, Salvador Toscano na percussão, Gastón Godoy e Laura Atienza no baile e, ainda, uma cantora convidada, prometem mesclar magistralmente a música latino-americana, o jazz, a cumbia e os sons balcânicos com muita improvisação.
A Festa do Tango em Loulé inclui, desde a primeira hora, uma componente formativa com workshops para diferentes níveis. No dia 16 haverá uma sessão para iniciados, das 18h00 às 19h00, e para os mais experientes, das 19h30 às 20h30. Já no sábado, dia 17, a sessão para iniciados tem lugar entre as 14h30 e as 15h30, e os dançarinos de nível médio poderão recordar os passos de baile entre as 16h00 e as 17h00. A participação nos workshops requer inscrição prévia.
Refira-se que o espetáculo tem o custo de 12€ por espetador ou de ou 10€ para maiores de 65 e menores de 30 anos, sendo é aplicável o desconto para os portadores de Cartão de Amigo do Cine-Teatro Louletano.
Para mais informações e reservas os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13h00 às 18h00) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt. Além disso, podem consultar a sua página de facebook – www.facebook.com/cineteatrolouletano ou o seu renovado website http://cineteatro.cm-loule.pt, ambos em permanente atualização, existindo também a possibilidade de compra de ingressos nos locais aderentes ou on-line através da plataforma BOL, em https://cineteatrolouletano.bol.pt/

SILVES ASSOCIA-SE À SEMANA CULTURAL - LUGARES DE GLOBALIZAÇÃO


Silves irá acolher diversas iniciativas que integram a Semana Cultural – Lugares de Globalização, que decorrerá em diversos municípios algarvios, entre os dias 16 e 24 de março. A iniciativa resulta de uma parceria entre a Vicentina – Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste – a Direção Regional de Cultura do Algarve, os Municípios de Silves, Aljezur, Lagos, Monchique e Vila do Bispo, a Região de Turismo do Algarve e a Associação LAC – Laboratório de Atividades Criativas.

sexta-feira, 9 de março de 2018

AS ENCRUZILHADAS DA EUROPA DISCUTEM-SE NO MUSEU DE PORTIMÃO

Conferência Filosofia na Cidade

16 de Março | 18h00

“PORTUGAL NA NOVA BALANÇA DA EUROPA: Contributos da Filosofia para Merecer o Futuro” é o título da segunda edição da conferência “Filosofia na Cidade”, que irá realizar-se no dia 16 de março, pelas 18h00 no Museu de Portimão. 

O conferencista será o Professor Doutor Viriato Soromenho-Marques, professor catedrático da Universidade de Lisboa. Reputado especialista nas áreas da Filosofia da Política e do Direito e da Natureza e do Ambiente, é membro correspondente da Academia de Ciências de Lisboa, conferencista habitual em diversas universidades portuguesas e estrangeiras e autor de um vasto conjunto de obras, algumas das quais traduzidas em castelhano, inglês, alemão, francês, norueguês e mandarim. Desenvolve desde 1978 uma intensa atividade no movimento associativo ligado à defesa do ambiente, tendo sido presidente da QUERCUS – Associação Nacional de Conservação da Natureza.

Nesta conferência em Portimão serão revisitados diferentes contributos da Filosofia para a compreensão e clarificação do ideal europeu e das encruzilhadas com que a Europa se depara atualmente. 

Fruto de uma parceria entre o Grupo de Filosofia da ESMTG e a Câmara Municipal de Portimão, esta conferência é de entrada livre e tem como objetivo proporcionar a todos os interessados na Filosofia e no debate crítico de ideias, uma excelente oportunidade para ouvirem e questionarem figuras de referência da Filosofia e Cultura nacionais. 

 

RECITAL COM EDUARDO RAMOS ASSINALA DIA MUNDIAL DA POESIA EM LOULÉ

No próximo dia 21 de março, quarta-feira, pelas 21h00, a Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, irá assinalar o Dia Mundial da Poesia com a realização de um recital de poesia cantada por Eduardo Ramos.
Neste recital serão cantados os poetas João de Deus, Cândido Guerreiro, Júlio Dinis, Florbela Espanca, Augusto Gil, Fernando Pessoa, José Fanha, António Aleixo, Matilde Rosa Araújo e Manuel Alegre.
Eduardo Ramos estará acompanhado de viola, alaúde, berimbau e kissanje.
Eduardo Ramos é cantor, compositor, toca alaúde árabe e outros instrumentos árabes, portugueses e africanos. Músico autodidata, começou a sua carreira a tocar música tradicional portuguesa e rock-jazz, assim como música africana. Atualmente dedica-se ao estudo e à interpretação da música medieval ibérica do séc. XIII, assim como da música árabe e dos judeus sefarditas do Ocidente e Oriente, sendo um dos precursores da divulgação desta música em Portugal.
                                       A entrada livre.

Som Riscado festival de Música e Imagem em Loulé

O Som Riscado é um festival que pretende fomentar cruzamentos e diálogos criativos entre os universos da música e da imagem/artes visuais, bem como apresentar abordagens exploratórias e experimentais, de cariz contemporâneo, em torno da arte do som.
Depois de duas edições já realizadas, em que deu a conhecer o conceito artístico e as suas principais linhas programáticas, o festival regressa para uma terceira edição que visa consolidar a sua vocação, apostando novamente em concertos e performances, exposições e instalações interativas, e ainda nas componentes reflexiva e formativa, sempre com uma atenção especial a propostas interdisciplinares inovadoras dirigidas a crianças e famílias.
Tendo o Cine-Teatro Louletano como epicentro, o Som Riscado envolve vários espaços da cidade nas suas atividades, bem como diversos parceiros institucionais do concelho de Loulé e da região algarvia.
PROGRAMA

4º Festival do vinho da Nave do Barão

A Associação “Os Barões”, vai realizar no próximo dia 24 de Março o 4.º Festival do Vinho na Nave do Barão, onde estarão representadas algumas conceituadas Adegas do Algarve e vinhos artesanais de viticultores da região. Em simultâneo decorrerá no local uma Feira de Artesanato com artesãos locais a trabalhar ao vivo.
Do programa consta a prova de vinhos das adegas presentes e vinhos artesanais dos participantes no Concurso de Vinhos do Concelho de Loulé, onde se incluem os vinicultores da Nave do Barão, cuja tradição vinícola remonta ao Séc. XIII.
O Festival encerra com uma Noite de Fado tendo como convidados os jovens fadistas Filipa e André Catarino.
                                          Entrada livre

quarta-feira, 7 de março de 2018

SOM RISCADO - FESTIVAL DE MÚSICA E IMAGEM DE LOULÉ: ESTÁ A CHEGAR MAIS UMA EDIÇÃO

O Festival Som Riscado regressa a Loulé com concertos visuais, performances, exposições, instalações interativas, formação e debates para fomentar cruzamentos e diálogos criativos entre os universos da música e da imagem, bem como para apresentar abordagens exploratórias e experimentais, de cariz contemporâneo, em torno da arte do som. Tendo como epicentro o Cine-Teatro Louletano, a terceira edição realiza-se entre os dias 4 e 8 de abril e já tem o programa fechado.
Rodrigo Leão Ensemble, João Paulo Esteves da Silva Trio, Nova Orquestra Futurista do Porto, Tiago Pereira, Triktopus e outros tantos músicos, realizadores, fotógrafos, performers e atores são os protagonistas da presente edição.

Concertos e performances audiovisuais

Atletas do Clube Oriental de Pechão conquistam medalhas de ouro e prata

O Clube Oriental de Pechão (COP) voltou, no passado fim de semana, à conquista de medalhas (três de ouro e uma de prata) no Campeonato Nacional de Esperanças (Sub 23), que decorreu em Pombal. A atleta Fatoumata Diallo esteve em evidência.

As atletas do COP conquistaram mais quatro medalhas (3 de ouro e 1 de prata), com destaque para a atleta Fatoumata Diallo, dupla campeã nacional nos 400 metros com 58,24 (58 segundos e 24 centésimos) e nos 200 metros com 25,00 (novo recorde pessoal e do Algarve); tendo sido ainda 6ª classificada nos 800 metros com 2.22,29.

Também em evidência estiveram as marchadoras (3.000 metros marcha): Edna Barros, campeã nacional pelo terceiro ano consecutivo, com 12.58,36; Laura Leal, medalha de prata com 13.28,97 e Maria Bernardo, 4ª classificada com 14.03,87 (recorde pessoal).

Catarina Marques foi 8ª no salto com vara, saltando 2,55 metros, e Gonçalo Ferreira, que participou nos 60 metros (7,26) e no salto em comprimento (6,28 metros).

Na classificação geral, a equipa feminina do COP foi 4ª classificada com 35 pontos, a 19 do pódio.

 O presidente da Câmara Municipal de Olhão felicita todos os atletas e técnicos envolvidos nesta participação, que mais uma vez dignificaram o nome do clube e do concelho a nível nacional.

“1º Triatlo de Lagoa” adiado devido às previsões de mau tempo

Apesar de todos os esforços desenvolvidos pela Câmara Municipal de Lagoa e a Federação Portuguesa de Triatlo para conseguir realizar a prova, a mesma não se realizará devido à possibilidade de trovoadas, vento e agitação marítima que segundo o IPMA, estará de volta a Portugal Continental nos próximos dias. As entidades organizadoras consideram que não estão garantidas as condições mínimas para acolhimento dos atletas e do público, para que esta seja uma festa do Triatlo Nacional, a realizar pela 1ª vez, em Lagoa.
Assim, I Triatlo de Lagoa, prova pontuável para o Campeonato Nacional da modalidade, que combina os segmentos de natação, corrida e ciclismo, realiza-se no próximo dia 29 de abril, com início na Praia Grande, em Ferragudo. 

A prova tem 3 percursos: natação no mar na praia grande em Ferragudo, ciclismo de estrada nas freguesias de Ferragudo e União de freguesias de Estômbar e Parchal, e corrida na estrada em Ferragudo. A prova é de distância standart (olímpica) e consiste em 1500 metros de natação, 40 quilómetros de ciclismo e 10 quilómetros de corrida.

A Meta e a entrega dos prémios/ pódio individual e por equipas será na Praça Rainha D. Leonor em Ferragudo. Estarão presentes todos os clubes de Portugal, representados pelos melhores atletas nacionais (atletas olímpicos incluídos), sendo que a maioria dos clubes é ainda reforçado por outros atletas internacionais de enorme nível!

Esta prova é uma organização da Câmara Municipal de Lagoa, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e das associações locais.

CONFERÊNCIA SOBRE MOVIMENTO DA ESCOLA MODERNA NA BIBLIOTECA DE LOULÉ

A Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen, em Loulé, vai receber no dia 16 de março, sexta-feira, pelas 18h00, a conferência "Desenvolvimento sociomoral e autonomia: o modelo pedagógico do Movimento da Escola Moderna” por Cristina Nunes.
A escola promove o desenvolvimento social e moral das crianças mediante sistemas complexos de atividades, tarefas e vínculos que são condicionados pelas metas e valores que a sociedade lhe atribui. Na escola tanto as atividades como as relações que nela se estabelecem estão imbuídas de afetividade e valores morais. Nesta comunicação será discutido o modelo de cooperação educativa do Movimento da Escola Moderna, o modo como a organização do espaço, do tempo e da relação pedagógica pode promover o desenvolvimento social e moral dos alunos.
Cristina Nunes é licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação, tendo vindo a especializar-se em sucessivos seminários e cursos de pós-graduação em Psicologia Clínica, Psicoterapia Infantil, Conjugal e Psicanalítica e em Psicanálise.
Esta conferência destina-se ao público em geral (maiores de 18 anos) e as inscrições devem ser enviadas para biblioteca@cm-loule.pt.

terça-feira, 6 de março de 2018

APRENDER A ENTRELAÇAR A PALMA COM O LOULÉ CRIATIVO

A partir deste mês de março, o Loulé Criativo abre as portas da sua oficina “a Casa da Empreita” e desafia os interessados a aprender a entrelaçar a palma.
A Câmara Municipal de Loulé reforçou o trabalho que tem vindo a desenvolver na valorização de saberes associados a atividades artesanais que contribuíram para a construção da identidade do Concelho, com a abertura da “Casa da Empreita”, um espaço que, integrado no projeto Loulé Criativo, reedita em moldes atuais, o que há mais de um século eram as casas da empreita que então existiam um pouco por todo o Algarve.
Esta oficina conta com a colaboração de doze artesãs que trabalham e comercializam diariamente o que produzem, entrelaçando a palma para produzir diversas peças: sacos, alcofas, capachos, peças de formato mais tradicional ou inovador.
A partir deste mês de março, os visitantes terão a oportunidade de participar em workshops de 3 horas para aprender a técnica da empreita e fazer um capachinho de palma com uma das artesãs residentes, ou para aqueles que desejem trabalhar a folha da palmeira anã de outra forma, poderão participar na atividade de malha de palma e realizar uma cedoira.
O programa anual de workshops encontra-se disponível na página da iniciativa, através do http://loulecriativo.pt/pt/turismocriativo/experiencias. As propostas são diversas e abrangem as áreas do artesanato, artes, gastronomia, ritmo e património.
Ao longo do mês de março, poderá igualmente realizar atividades relacionadas com a tradição da Páscoa ou mesmo juntar-se à Associação Os Barões e participar no 4º Festival do Vinho da Nave do Barão, com prova de vinhos, almoço tradicional e workshops de artesanato. Todas as atividades requerem inscrição prévia no site da iniciativa.

segunda-feira, 5 de março de 2018

Comédia Teatral “A Grande Ressaca” em Lagos

Dia 3 | 21h30
Comédia Teatral “A Grande Ressaca”
Local: Centro Cultural de Lagos (Auditório Duval Pestana)
Org.: Carlos Cunha Produções
Classificação Etária: Maiores de 6 anos
Bilhetes: € 12,50
‘A Grande Ressaca’ é uma comédia teatral protagonizada por Carlos Cunha, no papel de Alberto, um empresário de mariscos congelados que há dez anos perdeu a sua mulher para Ramiro, um empresário com a mania que vende mariscos vivos (e vende mesmo). Alberto vive angustiado com esta perda e nunca deixou de acreditar que a sua mulher vai voltar para casa.
Na noite em que Alberto faz sessenta anos, ele e o seu amigo – e empregado – Jaime abusam da bebida, o que dá origem a uma grande ressaca no dia seguinte, ressaca essa com uma particularidade: Alberto não se lembra de nada do que fez na noite passada. Todavia, Jaime lembra-se e vamos descobrindo ao longo da peça que a noite foi tudo menos uma noite normal, e que, inclusivamente, Alberto matou Ramiro… e o corpo está lá em casa.
Dá-se então início, num ritmo frenético e com muitas personagens à mistura, ao contra-relógio que Alberto terá de fazer para se livrar do corpo do amante da mulher (e de uma acompanhante que o chantageia), que agora quer regressar a casa. E no meio de muito humor e situações altamente inusitadas, também se tocam temas fortes, como o amor, a solidão, os afetos e a idade…

Igualdade e Cidadania no centro do Dia Internacional da Mulher em Lagoa

Em 2018 o mundo assinala 7 décadas da Declaração Universal dos Direitos Humanos; Portugal aprova uma Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação; Lagoa, Algarve declara-se Cidade Educadora, elegendo a educação como causa prioritária do governo local. É neste contexto que o Município de Lagoa propõe entre 4 e 8 de março as comemorações do Dia Internacional da Mulher, reforçando um investimento já reconhecido e premiado nas áreas da igualdade de género e cidadania. 

ÁUDIO-GUIAS E ÁUDIO-DESCRIÇÃO NA EXPOSIÇÃO “LOULÉ: TERRITÓRIOS, MEMÓRIAS, IDENTIDADES”

A exposição “Loulé: Territórios, Memórias, Identidades”, patente no Museu Nacional de Arqueologia – Mosteiro dos Jerónimos desde 21 de junho de 2017, já se visita através do recurso a áudio-guias e a áudio-descrição. O visitante pode realizar uma visita autónoma, sem marcação de dia e hora através do recurso gratuito a aparelhos de áudio-guias.

Urban Sketchers do Algarve voltam a desenhar cantos e recantos do centro de Portimão

                Fim de semana de 24 e 25 de Março 2018


No âmbito do Dia Nacional dos Centros Históricos que se assinala no próximo dia 28 de março, Portimão volta a ser ponto de encontro para os Urban Sketchers do Algarve que, no dia 24, irão dinamizar um Workshop de Desenho, e na manhã de domingo, 25 de março, dinamizam o Encontro Urban Sketchers na cidade que irá ver os seus cantos e recantos retratados nos cadernos dos participantes.

LINDA MARTINI, PEDRO TOCHAS E RUI MASSENA BAND NO CINE-TEATRO LOULETANO

O Cine-Teatro Louletano promove dois concertos e um espetáculo de humor, todos em estreia absoluta no Algarve: Linda Martini, Pedro Tochas e Rui Massena Band atuam já nos dias 9, 10 e 11 de março em Loulé. 

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE SILVES ASSINALA DIA MUNDIAL DAS FLORESTAS COM CONFERÊNCIA

Na data em que se assinala o Dia Mundial das Florestas, 21 de março, a Biblioteca Municipal de Silves (BMS) irá promover, pelas 21h30, uma conferência alusiva à efeméride. António Fraga Miranda, representante do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (Departamento de Conservação da Natureza e Florestas do Algarve) é o orador convidado.

A iniciativa integra um ciclo de palestras que tem vindo a ser dinamizado na biblioteca, com o objetivo de promover e ampliar a dimensão do ato de ler, através do confronto de ideias, e que se associa à comemoração de datas especiais.

De salientar que o Dia Mundial das Florestas, constituí uma data importante na sensibilização da população para a importância da preservação das árvores, quer ao nível do equilíbrio ambiental e ecológico, como da própria qualidade de vida dos cidadãos. Trata-se, assim, de uma temática que está em consonância com a missão educativa da Biblioteca pública ao assinalar a importância da floresta na manutenção da vida na Terra.

Mais informações sobre esta atividade poderão ser recolhidas junto da BMS ou através do telefone 282 440 899 ou email biblioteca@cm-silves.pt.