segunda-feira, 2 de outubro de 2017

ENVELHECIMENTO ATIVO É TEMA DAS CELEBRAÇÕES DO DIA DAS PESSOAS IDOSAS EM LOULÉ

Para celebrar o Dia Internacional das Pessoas Idosas (1 de outubro), instituído em 1991 pela ONU, a Câmara Municipal de Loulé promove, nos dias 12 e 13 de outubro, um Encontro e uma Feira subordinados à temática do envelhecimento ativo e saudável.
 
É tempo de parar para refletir sobre as principais tendências demográficas, suas consequências e soluções para um envelhecimento saudável e com dignidade. Assim, no dia 12, das 9h00 às 18h00, o auditório da Escola Secundária de Loulé terá lugar um Encontro que pretende juntar vários especialistas numa reflexão coletiva sobre as políticas de apoio ao envelhecimento ativo e perspetivar um futuro onde se viva com qualidade física, mental, afetiva e social.

A abertura do Encontro vai estar a cargo do presidente do Conselho Local de Ação Social de Loulé, João Martins, da diretora da Segurança Social de Faro, Maria Margarida Alves, do presidente da ARS do Algarve, Paulo Morgado, e do presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo.

Com moderação de Ivone Ferreira, presidente da Associação Vencer o Tempo, na primeira mesa redonda vai estar em destaque o tema “Serão as cidades espaços amigáveis para as pessoas idosas?”, com as apresentações sobre o espaço público para todos (Paula Teles, engenheira), a cidade amiga das pessoas idosas (Maria João Quintela, médica), a participação no espaço público e dois casos de boas práticas – Cantinho da Amizade do Banco do Tempo e a Avó veio trabalhar.

A segunda mesa redonda será dedicada ao “Envelhecimento, Saúde e Bem-Estar”. Os especialistas trazem a lume matérias como exercitar o cérebro (Vasco Catarino, neuropsicólogo), a promoção da saúde mental (Renata Trindade, médica psiquiatra) e a alimentação na prevenção da demência (Teresa Sancho, nutricionista).

Será ainda apresentada a Estratégia Nacional de Envelhecimento Ativo e Saudável e os resultados preliminares dos Fóruns do Cidadão do Concelho de Loulé.

Já na parte da tarde, decorrem as oficinas temáticas “Alimentação para um envelhecimento saudável” (Teresa Sancho e Lisa Cartaxo, da ARS) e “Yoga do riso – O riso é mesmo bom para a saúde?” (Joanne Helms, Escola do Riso).

Esta iniciativa encerra com um Café Memória no qual Isabel Sousa e Catarina Alvarez, da Associação Alzheimer Portugal, irão abordar esta doenças e outras demências.

As inscrições são obrigatórias através de dcss_loule@cm-loule.pt ou 289 400 882.


Já no dia 13 de outubro, das 10h00 às 17h00, o Parque Municipal de Loulé recebe a Feira de Envelhecimento Ativo. Jogos tradicionais, exposição de brinquedos, beleza e imagem, promoção da saúde, teatro, música e yoga são algumas das propostas deste certame aberto à população.

“O SUL DE JOSÉ AFONSO” EM CONCERTO NA FUNDAÇÃO MANUEL VIEGAS GUERREIRO

No próximo dia 7 de outubro, pelas 21h30, João Afonso (sobrinho de Zeca Afonso), Luís Galrito e o coletivo Barco do Diabo apresentam no auditório da Fundação Manuel Viegas Guerreiro, em Querença, o espetáculo multidisciplinar “O Sul de José Afonso”.

Este espetáculo junta, pela segunda vez em palco, duas vozes maiores num encontro cúmplice em torno da vida e obra de José Afonso: João Afonso (sobrinho do cantautor) e Luís Galrito. No ano em que se assinalam 30 anos sobre o seu falecimento, e atendendo à sua forte ligação ao Algarve, este concerto (re)constrói uma geografia afetiva, simbólica e musical do percurso de José Afonso na região, dando a conhecer aspetos menos conhecidos e curiosos dessa ligação que muito influenciou a sua vida e obra. Ao palco sobe uma proposta interdisciplinar (música, vídeo, poesia) que reinventa a obra do inspirador andarilho que marcou/a várias gerações de músicos e públicos.

O concerto evoca o seu ofício de professor, em Lagos e em Faro nos anos 60, os seus locais de convívio e inspiração musical, as memórias dos concertos clandestinos que realizou na região, as histórias que se contavam a seu respeito, as músicas e letras que produziu sobre ou inspiradas no Algarve, o período em que privou com figuras como Luíza Neto Jorge, António Barahona, António Ramos Rosa e Pité, e a sua ligação ao mar, à Ria Formosa (onde pescava e fazia longos passeios com esse círculo de amigos no mítico “Barco do Diabo”) e a Olhão, onde conheceria a sua segunda mulher, Zélia, natural da Fuzeta.

O grupo é formado por João Afonso (voz solo e guitarra), Luís Galrito (voz solo e guitarra), Rogério Pires (coros e guitarra), Paulo Machado (acordeão), João Espada (VJ) e Sónia Pereira (declamação).

O espetáculo tem a duração aproximada de 90 minutos, dirige-se a maiores de 12 anos e tem um custo associado por pessoa de 5 euros, sem descontos aplicáveis.

Este evento é organizado pelo Cine-Teatro Louletano, integrando a sua programação regular numa lógica de descentralização cultural, e conta com o apoio da Fundação Manuel Viegas Guerreiro.


Para mais informações e reservas os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13h00 às 18h00) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt. Além disso, podem consultar a sua página de facebook – www.facebook.com/cineteatrolouletano ou o seu renovado website http://cineteatro.cm-loule.pt, ambos em permanente atualização, existindo também a possibilidade de compra de ingressos nos locais aderentes ou on-line através da plataforma BOL, em https://cineteatrolouletano.bol.pt/

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Biblioteca Municipal acolhe mostra de fotografia de Rebeca Porto Martins


A Galeria da Biblioteca Municipal José Mariano Gago recebe durante este mês uma exposição de fotografia, da autoria de Rebeca Porto Martins, com o título “Elos”. A mostra é inaugurada no dia 11 de setembro, às 16h00, e fica patente até final do mês.

Rebeca Porto Martins cresceu no Algarve desde os 9 anos de idade, e é a autora de um conjunto de 35 fotografias que tirou em vários países entre 2009 e 2015, que compõem a exposição “Elos”.

As fotografias são registos de gente, espaços, ambientes e locais visitados.

De acordo com autora, trata-se de uma “visão antropológica, no sentido em que o ato de fotografar é determinado, em primeira instância, pela diferença cultural, pelo exótico, pelo distinto e, depois, por um entendimento estético da natureza”.

Esta exposição conta com o apoio da Casa da Cultura de Loulé e do Centro de Experimentação e Criação Artística de Loulé.

V Feira da Dieta Mediterrânica de 7 a 10 de setembro, em Tavira

De 7 a 10 de setembro, Tavira celebra a Dieta Mediterrânica! Quatro dias de programação variada, a pensar em todos os públicos e gerações: feira institucional, mercado de produtores, concertos, teatro e danças mediterrânicas, arruadas filarmónicas e charangas, oficinas culinárias, aconselhamento cardiovascular e nutricional, atividade física, jardim mediterrânico com espécies botânicas, exposições de sementes e variedades endógenas, Vaivém Oceanário, jogos e espetáculos para crianças, conferências e conversas sobre temáticas relacionadas com a Dieta Mediterrânica, restaurantes e tascas, artesanato e mais, muito mais!

Consulte a programação diária:

v  7 de setembro, quinta-feira
v  8 de setembro, sexta-feira
v  9 de setembro, sábado
v  10 de setembro, domingo

MUNICÍPIO DE LOULÉ ASSINALA SEMANA EUROPEIA DA MOBILIDADE


De 16 a 22 de setembro, a Câmara Municipal de Loulé irá assinalar a Semana Europeia da Mobilidade 2017, efeméride ambiental que tem como objetivo promover a reflexão e o debate sobre a necessidade de mudança de comportamentos face às questões da mobilidade, no sentido de a tornar mais sustentável e menos nociva para o ambiente.

Neste contexto, o Município de Loulé, como município participante e apoiante da iniciativa há já largos anos, programou, em colaboração com várias entidades, um conjunto de iniciativas subordinadas à temática anual “A Partilhar, Chegamos Mais Longe ". Este mote incentiva os cidadãos a fazerem uma reflexão sobre as vantagens económicas dos modos de transporte mais sustentáveis (como a bicicleta, andar a pé, os transportes públicos e coletivos e os veículos menos poluentes) e de como, através de escolhas de mobilidade mais conscientes, poderão contribuir de forma determinante para a melhoria da economia.

CONCERTO DE TRIBUTO A VIOLETA PARRA COM A SUA FILHA E NETA NO CINE-TEATRO LOULETANO


No próximo dia 14 de setembro, pelas 21h30, o Cine-Teatro Louletano recebe, em exclusivo a sul do país, a tournée europeia que junta Isabel e Tita Parra, do Chile, respetivamente a filha mais velha e a neta da incontornável cantora Violeta Parra, para um imperdível concerto de homenagem a esta.

Comemorando o centenário do nascimento da cantora, Isabel e Tita estão a realizar este ano uma tournée por toda a Europa, acompanhadas pelos prestigiados músicos chilenos Greco Acuña e Juan Antonio Sánchez. Neste concerto as artistas revisitam as composições mais emblemáticas de Violeta, passando por temas cuja raiz radica na música popular chilena e latino-americana. São ainda apresentadas criações originais de Isabel e de Tita. O espetáculo apresenta uma sonoridade acústica, repleta de ritmos chilenos e latino-americanos reinventados, contando com instrumentos como guitarras acústicas, cuatro venezuelano, charango, percussões e flauta transversal.

quarta-feira, 26 de julho de 2017

TEATRO DO ELÉCTRICO LEVA “KABARETT” E “A FREGUESIA” A QUARTEIRA

“Karl Valentin Kabarett” e “A Freguesia” são os dois espetáculos que o Teatro do Eléctrico leva à cidade de Quarteira, no âmbito da animação de verão desta cidade.

Já no próximo sábado, 29 de julho, pelas 22h00, o grupo apresenta na Praça do Mar “Karl Valentin Kabarett”, com textos do dramaturgo alemão Karl Valentin. Com encenação de Ricardo Neves-Neves, o espetáculo reúne 16 peças curtas do autor que ficou conhecido como o “Chaplin Alemão”, protagonizadas por 11 atores, entre eles os “históricos” Fernando Gomes e Elsa Galvão, cruzando-as com o repertório musical popular alemão, pela voz de um coro polifónico de atores/cantores e um quarteto de saxofones.

Este espetáculo representa a celebração do teatro de Karl Valentin (1882-1948), o comediante e dramaturgo bávaro que é reconhecido, hoje, como um dos mais influentes do século XX. Às peças curtas, repletas de humor e de absurdo, o encenador junta um conjunto de temas do repertório tradicional alemão do final do século XIX e princípio do século XX, proporcionando um entusiasmante espetáculo de cabaret, a lembrar o imaginário fervilhante da Alemanha de Weimar.

Depois de ter assinalado o encerramento das comemorações do Centenário da Freguesia de Quarteira, a peça “A Freguesia” volta a ser apresentada na Praça do Mar, dia 4 de agosto, pelas 22h00. Criada para marcar esta efeméride, “A Freguesia” cruza o passado da cidade com a sua atualidade, com vertentes que combinam o Teatro Documental e o Teatro Musical.

Uma equipa de mais de 50 pessoas trabalham para um espetáculo onde a Memória e a (Multi)Culturalidade de Quarteira estarão em primeiro plano. O espetáculo conta com 15 atores em cena, uma orquestra de 14 elementos, vídeo-projeção de um cenário desenhado ao vivo, envolvendo também vários artistas da terra. A direção do projeto cabe a Ricardo Neves-Neves, natural de Quarteira.

Na Praça do Mar, vários palcos estarão dispostos no espaço e irão envolver o público, criando uma dinâmica viva nas apresentações, num espetáculo sobre a Identidade, a Tradição e a Contemporaneidade.

Com a participação especial da atriz Maria João Luís, o elenco conta com Ana Valentim, Bruno Xavier, Catarina Rôlo Salgueiro, Elsa Galvão, Joana Almeida, Joana Campelo, Joana de Carvalho, Márcia Cardoso, Rafael Gomes, Rita Cruz, Rui Melo, Sílvia Figueiredo, Tadeu Faustino e Vítor Oliveira.


                                       Ambos os espetáculos têm entrada livre.